PE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.0 Transitional//EN"> Preços de relógios de quartzo de longines Réplica relógios | Réplicas de relógios Longines kojppsxx

Réplica relógios | Réplicas de relógios Longines Preços de relógios de quartzo de longines

  • 1
  • 2
  • 3

Produtos catalogados

Presença relógios mecânicos automáticos dos homens L4.801.4.11.6 Longines ( Longines )

Presença relógios mecânicos automáticos dos homens L4.801.4.11.6 Longines ( Longines )
$197.35  $175.00
Poupe: 11% menos
Coleção da Longines L2.747.4.52.4 Homens Patrimônio relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Coleção da Longines L2.747.4.52.4 Homens Patrimônio relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$202.56  $185.00
Poupe: 9% menos
La Grande Classique L4.205.4.58.2 Longines relógio de quartzo ( Longines )

La Grande Classique L4.205.4.58.2 Longines relógio de quartzo ( Longines )
$220.39  $181.00
Poupe: 18% menos

La Grande Classique L4.209.2.41.7 Longines relógio de quartzo ( Longines )

La Grande Classique L4.209.2.41.7 Longines relógio de quartzo ( Longines )
$187.23  $178.00
Poupe: 5% menos
La Grande Classique L4.209.4.72.2 Longines relógio de quartzo ( Longines )

La Grande Classique L4.209.4.72.2 Longines relógio de quartzo ( Longines )
$234.23  $190.00
Poupe: 19% menos
Longines L4.221.2.42.8 Presença relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines L4.221.2.42.8 Presença relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$206.15  $172.00
Poupe: 17% menos

Homens L4.778.8.11.0 Longines La Grande Classique relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Homens L4.778.8.11.0 Longines La Grande Classique relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$222.33  $203.00
Poupe: 9% menos
Longines Master Collection L2.708.4.51.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.708.4.51.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$205.78  $185.00
Poupe: 10% menos
Longines Master Collection L2.518.4.88.2 Senhoras relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.88.2 Senhoras relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$239.68  $207.00
Poupe: 14% menos


Novos produtos em Outubro

Longines Master Collection L2.518.4.51.7 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.51.7 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$236.46  $190.00
Poupe: 20% menos
Longines Master Collection L2.518.4.78.3 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.78.3 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$196.20  $184.00
Poupe: 6% menos
Longines Master Collection L2.518.4.51.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.51.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$211.20  $184.00
Poupe: 13% menos

Longines Master Collection L2.518.4.78.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.78.6 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$194.07  $178.00
Poupe: 8% menos
Longines Master Collection L2.518.4.88.2 Senhoras relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.4.88.2 Senhoras relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$239.68  $207.00
Poupe: 14% menos
Longines Master Collection L2.518.5.11.7 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )

Longines Master Collection L2.518.5.11.7 Mens relógios mecânicos automáticos ( Longines )
$182.72  $171.00
Poupe: 6% menos


Preços de relógios de quartzo de longines

assistir hublot
store ansigt mens ure
montres vintage longines
longines naisten kellot
hublot classic fusion all black
Mundo Das Marcas

18.7.06

LONGINES


A elegância do tempo desde 1832. Nenhuma frase define melhor a marca suíça LONGINES. Afinal ela foi pioneira em inúmeros avanços tecnológicos, tendo presença dominante na aeronáutica e na cronometragem esportiva, tudo isso sem deixar de confirmar ao mundo a elegância de seus relógios. Afinal, o lema da marca é: nós simplesmente produzimos o EXCEPCIONAL. 
A história  Tudo começou com uma viagem de negócios feita por Auguste Agassiz, irmão do famoso naturalista Louis Agassiz. O jovem que então trabalhava com seu tio na cidade de Neuchâtel, foi enviado para a região da Jura Suíça, onde encontrou Henri Raiguel. Impressionado com a capacidade profissional do jovem, no final da viagem ele fez uma proposta a Agassiz, que mudaria a história da relojoaria: convidou-o a ser parceiro em sua empresa. Diante daquela proposta, Auguste, então com 23 anos, não pensou duas vezes, ingressando no negócio relojoeiro em 14 de agosto de 1832. A empresa estava localizada na pacata aldeia de Saint-Imier, no Canton de Bern, na Suíça, e se chamava “Comptoir Horloger Raiguel Jeune”. Nesta época, a produção de relógios se baseava no sistema établissage, no qual os relojoeiros e artesãos altamente especializados trabalhavam de forma independente, em suas próprias casas, localizadas em pequenas fazendas, e forneciam seus produtos para os escritórios comerciais – conhecidos como Comptoirs. Após alguns meses, em 25 de fevereiro de 1833, com a união entre Auguste e os dois sócios anteriores da empresa, Henri Raiguel e Florian Morel, foi formalizada a “Comptoir Raiguel Jeune & Cie.”, destinada a fabricação e comercialização de relógios. Em novembro de 1838, com a aposentadoria de Raiguel, Auguste assumiu a gestão da empresa, que passou a se chamar ”Agassiz & Compagnie”.

O rigor com a qualidade na produção e a habilidade comercial de Agassiz trouxe resultados. Seus relógios atingiram excelente reputação. Ele construiu uma rede de contatos comerciais, o que lhe permitiu vender relógios com grande sucesso em outros continentes, especialmente na América do Norte. Alguns anos mais tarde, no verão de 1852, o sobrinho de Auguste, Ernest Francillon, começou a trabalhar na empresa para finalmente assumir o comando em 1862. Nascia assim, conforme seus preceitos, uma nova empresa batizada como Ancienne Maison Auguste Agassiz, Ernest Francillon, Successeur (em português algo como Antiga Casa Auguste Agassiz, Ernest Francillon, Sucessor). Foi então que ele considerou diversas maneiras de aperfeiçoar os métodos de produção utilizados na fabricação de seus relógios, principalmente tentando eliminar as deficiências da relojoaria naquela época, que incluíam atrasos, controle deficiente de qualidade e problemas no gerenciamento de peças de estoque. Com base na experiência adquirida, ele chegou à conclusão de que seria vantajoso reunir as diferentes fases da fabricação de um relógio sob o mesmo teto, substituindo o processo de produção predominantemente artesanal das peças individuais pela precisão oferecida pela produção em série. Esta mudança também resolveria o problema dos atrasos decorrentes da espera pela chegada de componentes e movimentos. Para unificar o processo produtivo, seria necessário construir uma nova fábrica. Os primeiros passos para este projeto foram concretizados com a aquisição, em março de 1866, de duas propriedades vizinhas, localizadas na margem direita do rio Suze, que forneceria energia às turbinas da futura fábrica. Este local era conhecido regionalmente como “Les Longines” (“campos longos e estreitos” no dialeto francês da região). Este nome acabou sendo adotado por Francillon para designar a fábrica que seria construída neste local.

Outro objetivo de Francillon ao revisar o processo de produção de relógios da empresa era eliminar a chave de corda, dispositivo que deveria ser encaixado no relógio para que se pudesse dar corda no mesmo. Ele queria integrar este mecanismo aos relógios de baixo custo. Em 1867, atingiu sua intenção: todos os relógios fabricados pela empresa dispensavam o uso desta chave e utilizavam um movimento de alavanca, cujo carregamento e ajuste dos ponteiros eram feitos por meio de uma coroa. Foi o próprio Francillon quem foi até a cidade de Paris para apresentar o relógio, batizado de 20A, na Exposição Universal. Ele retornou com uma medalha de bronze. No final deste ano, a construção da fábrica foi concluída, e em março do ano seguinte, as máquinas começaram a funcionar. Mais de 40 funcionários se instalaram definitivamente no novo e opulento edifício.

A partir de então batizou seus relógios com a marca LONGINES, uma homenagem ao local onde a fábrica estava instalada. Desde a produção de seu primeiro relógio nesta nova fase, Francillon gravou uma ampulheta alada em todos os produtos como forma de combater as falsificações. Até os dias de hoje, este símbolo se encontra estampado nos movimentos, mostradores e caixas dos relógios da marca. Em 1878, como resultado dos novos procedimentos mecânicos e aperfeiçoamentos na produção a empresa fabricou um movimento de cronógrafo simples, o calibre 20H. Este foi o primeiro mecanismo fabricado pela LONGINES para aferição precisa de tempo, área na qual a empresa investiria fortemente nos próximos anos, e que se tornaria uma de suas principais características. A coleção de relógios e cronógrafos mostrou-se um sucesso na exposição mundial em Paris, ganhando muitas medalhas, e consequentemente, muitas encomendas. Os novos cronógrafos foram utilizados para medição de tempo em competições esportivas. A associação da marca com as corridas se tornou tão forte que, nos primeiros anúncios deste cronógrafo publicados pela empresa figuravam as corridas de cavalos.

Como resultado de sua constante batalha contra falsificações, no dia 19 de julho de 1880, exatamente às 11:00 horas, ele registrou no Escritório Federal de Propriedade Intelectual, sob as patentes de número 118 e 119, a marca LONGINES. A formalização do registro da ampulheta alada ocorreu em 1889. Pouco depois, em 1896, a confiabilidade e a vocação esportiva dos relógios da marca obtiveram mais uma conquista quando a LONGINES forneceu seus relógios para primeira Olimpíada moderna. Em 1899, os relógios cronógrafos da empresa foram utilizados pelo explorador Louis Amédée de Savoie, conhecido como Duque de Abruzzi, em sua expedição ao polo norte, sendo utilizados para calcular sua longitude no extremo norte, resistindo às extremas temperaturas do Ártico. Este feito resultou em uma excelente propaganda aos relógios da marca. Quando os relógios gradualmente migraram do colete (bolso) para o pulso, a LONGINES foi a primeira, em 1905, a produzir um relógio de pulso mecanicamente. A estratégia de oferecer relógios de alta precisão a preços acessíveis provou ser acertada. Nesta época, a empresa já contava com 800 funcionários e produzia 122 mil relógios por ano.

Já em 1912 os relógios da marca começaram a perder sua silhueta redonda, para melhor explorar, e abusar, da geometria da elegância. Verdadeiramente revolucionários para o período, os modelos LONGINES retangulares e quadrados marcaram o início de um século de design no segmento de relógios de pulso. Nesta época, a marca LONGINES também se tornou conhecida em outra especialidade: a medição do tempo nos esportes. A marca fez história no mundo dos esportes ao introduzir o princípio de um cabo elétrico que, no início e ao final de uma corrida, ativava e parava o mecanismo de cronometragem. A marca foi desde então a cronometrista oficial de muitos importantes eventos esportivos internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos de inverno e verão. A palavra de ordem nessa época era precisão. Portanto, não demorou muito para que a LONGINES começasse a produzir cronômetros de bordo, inicialmente para expedições ao Polo Ártico. Mesmo nos duros anos da Primeira Guerra Mundial, as vendas da empresa mantiveram-se estáveis. Em 1919, a LONGINES passou a ser fornecedora oficial da Federação Internacional de Aeronáutica. Esta parceria refletia a vocação da empresa para relógios de precisão, utilizados pelos pioneiros da aviação.

Em 21 de maio de 1927, o “Espirit of St. Louis”, vindo de Nova York e pilotado pelo intrépido Charles Lindberg pousou em Le Bourget, na França, depois de 33 horas e 30 minutos de voo. Esse tempo legendário, primeiro voo transatlântico da história sem paradas sobre o Oceano Atlântico, foi oficialmente cronometrado pela LONGINES, e deu início a colaboração entre Lindberg e a marca, que a partir deste momento acabava de abrir as portas do céu, da aventura e do descobrimento. Nesta época, o comandante Philipp Van Horn Weems, oficial da marinha norte-americana, apresentou uma patente bastante simples, e, no entanto revolucionária: permitia sincronizar o relógio, quase segundo a segundo com os sinais de rádio, bastando para isso rodar um anel circular com números graduados inscritos, colocado no exterior da caixa. A LONGINES, utilizando este invento criou outro relógio legendário chamado “Weems Second-Setting”.

Em 1936, a fundação de uma subsidiária em Nova York ajudou a restaurar o antigo dinamismo da marca no mercado americano, afetado pela crise financeira de anos atrás. Também contribuiu para a retomada do prestígio da marca o famoso voo de volta ao mundo, realizada em 1938 pelo piloto Howard R. Hughes com um avião equipado com os relógios da marca. Para esta viagem, a empresa produziu dois instrumentos especiais: um cronômetro com função de parada de segundos e o lendário “Siderograph”, os quais facilitaram a tarefa de determinar a posição momentânea de uma aeronave. Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa desenvolveu técnicas para fabricação de relógios à prova d’água, além de renovar seu parque industrial, tornando os processos de fabricação das minúsculas peças de seus relógios mais precisas. Em 1945, aparecem os primeiros relógios automáticos masculinos produzidos pela marca suíça: para dar corda bastava movimentar os braços. No início dos anos de 1950, alguns especialistas trabalhavam em uma nova tecnologia – o relógio de quartzo. O resultado desta pesquisa foi apresentado em 1954 com o primeiro relógio de quartzo transportável desenvolvido pela empresa, com um volume de 21,6 decímetros cúbicos e construído com uso de válvulas. Em 1955, a empresa desenvolveu um laboratório próprio, onde metais, molas de balanço, lubrificantes e as demais peças dos relógios poderiam ser submetidos a testes rigorosos. E as inovações não param por aí. Em 1956, a marca lançou no mercado o primeiro relógio automático feminino.

Na década seguinte as pesquisas realizadas pela LONGINES se voltaram para a redução das dimensões do relógio de quartzo. Finalmente, em 1964, a empresa apresentou um cronômetro a quartzo com mostrador analógico, com dimensões de apenas 70 x 67 x 82 milímetros, e precisão com desvio de 1 segundo em um ano. No ano de 1965 a LONGINES se tornou membro do General Watch Company GWC, que era a subsidiária de distribuição da empresa de relógios ASUAG. Em 1967, a empresa comemorou o 100º ano de aniversário da estreia de Francillon na empresa. Nesta época a empresa produzia cerca de 150 mil relógios por ano. Em 1972, foi apresentado o primeiro relógio de pulso de quartzo com tela de cristal líquido (LCD). Em 1979, a empresa apresentou um relógio de quartzo com espessura de apenas 1,98 milímetros de espessura, nomeado como Feuille d’Or (Folha de Ouro). Este relógio foi o primeiro a quebrar a barreira de 2 milímetros, sendo então o relógio mais fino do mundo, mostrando o forte desenvolvimento tecnológico da LONGINES. O segredo era um movimento a quartzo totalmente integrado à caixa. Pouco depois, em 1981, apresentou uma nova geração de relógios produzidos com a nova liga metálica XL*18, composta por cobalto, cromo, tungstênio e vestígios de carbono. No ano seguinte, a empresa ingressou no mundo da Fórmula 1 através de parcerias com as equipes Ferrari, e posteriormente, Renault, tornando-se por 10 anos a empresa cronometrista oficial da categoria. O ano de 1982 também se mostrou catastrófico. Isto porque a LONGINES foi arrastada junto à sua empresa mãe – ASUAG – em um turbilhão de graves acontecimentos, que quase resultaram na derrocada da relojoaria suíça. Como solução para a crise, no ano de 1983, a empresa se fundiu com a SSIH (Société Suisse de L’Industrie Horlogere), passando a se chamar ASUAG-SSIH. Graças à ação do visionário Nicolas G. Hayek e com ajuda de vários bancos, em 1984, foi fundada a SMH, atualmente denominada Swatch Group, líder mundial no setor de relojoaria.

Ainda em 1984 lançou o modelo “Conquest” equipado com o movimento VHP (Very High Precision). Estes relógios, graças a um sistema de termo-compensação, eram 5 a 10 vezes mais precisos que um relógio a quartzo normal. Gradualmente a LONGINES especializou-se em cronógrafos e sempre lutou contra seu principal rival, a Omega, apresentando em 1988 um relógio que ainda hoje é considerado uma referência, o “Longines Conquest Fórmula 1“. Já em 1992, a empresa desenvolveu o relógio Conquest Perpetual Calendar, que conta com um chip que elimina a necessidade de ajuste de data no final de um mês com menos de 31 dias. Este mecanismo é tão sofisticado, que garante a adequada mudança do dia 29 de fevereiro em anos bissextos. Exatamente no dia 19 de fevereiro de 2001 a LONGINES celebrou a marca de 30 milhões de relógios vendidos em sua história. Nunca modificada, continuamente usada, constantemente atualizada, a LONGINES ingressou no ano 2002 com elegância ao lançar “Les Elégantes”, uma coleção comemorativa de três relógios-joia clássicos, durante uma festa, celebrando 170 anos de elegância no Pavilhão Ledoyen, localizado na famosa Champs Elysées em Paris. Na mesma ocasião apresentou seus embaixadores da elegância: a atriz indiana Aishwarya Rai, a atriz italiana Chiara Muti, a atriz chinesa Carina Lau, o ator americano Billy Zane e o ator russo Oleg Menshikov.

Atualmente a LONGINES continua pioneira em inovações e trabalha para garantir que seus relógios ofereçam uma combinação única de precisão e elegância. A marca tem grande presença na ginástica rítmica, ginástica artística, equitação, esqui na neve e tênis, além de ficar presença nos mais decisivos momentos do esporte contemporâneo onde cada milésimo de segundo pode representar a glória.

O museu  Em 1992, ao completar 160 anos de existência e 125 anos do surgimento de sua marca e logotipo, foi inaugurado o Museu Longines, construído junto à sede da empresa, em Saint-Imier, um pitoresco vilarejo de 5.000 habitantes. Neste museu os visitantes podem conhecer as diversas coleções lançadas pela empresa, incluindo relógios de pulso, instrumentos de navegação e cronometragem, além dos registros das inúmeras inovações nascidas nesta lendária fábrica, e também, de documentos originais, como fotografias, arquivos e medalhas das diversas premiações conquistadas pela LONGINES. O museu foi totalmente renovado e reestruturado em 2012.

A evolução visual  A identidade visual da marca passou por inúmeras e acentuadas alterações ao longo dos anos. A tradicional ampulheta alada foi adotada em 1867, mesmo ano que surgiu oficialmente a marca LONGINES. De 1900 a 1941 a marca utilizou como logotipo apenas seu nome, sem a ampulheta alada, que continuou a ser utilizada em seus relógios. Em 1942 foi introduzido um novo logotipo que possuía nova tipografia de letra e a volta da ampulheta alada, agora com muito mais destaque. A atual identidade visual da marca foi adotada em 1981 e passou apenas por pequenos ajustes, especialmente em relação à tipografia de letra.

Os slogans  Elegance is na Attitude. (1999)  L’Elegance Du Temps Depuis 1832. (1997)  Longines times winners - winners choose Longines.  Сapture the classic spirit of Longines.

Dados corporativos  ● Origem: Suíça  ● Fundação: 1832  ● Fundador: Auguste Agassiz, Florian Morel e Henri Raiguel  ● Sede mundial: Saint-Imier, Suíça  ● Proprietário da marca: Compagnie des Montres Longines Francillon S.A.  ● Capital aberto: Não (subsidiária do Swatch Group Ltd.)  ● Presidente: Walter von Känel  ● Faturamento: US$ 1.3 bilhões (estimado)  ● Lucro: Não divulgado  ● Presença global: 140 países  ● Presença no Brasil: Sim  ● Funcionários: 1.800  ● Segmento: Relojoeiro  ● Principais produtos: Relógios e cronômetros esportivos  ● Concorrentes diretos: Rolex, Hublot, Omega, Tissot, Breitling e Tag Heuer  ● Ícones: A ampulheta alada  ● Slogan: Elegance is na Attitude.  ● Website: www.longines.com 
A marca no mundo  LONGINES, a marca registrada de relógios mais antiga do mundo e que atualmente pertence ao Swatch Group, comercializa seus produtos em mais de 140 países ao redor do mundo. Está entre as cinco marcas suíças que mais vendem relógios no mundo, com faturamento anual estimado em US$ 1.3 bilhões. 
Você sabia?  Em 1933, a marca apareceu pela primeira vez em um pódio de Fórmula 1, e foi justamente no Grande Prêmio do Brasil.  Entre os embaixadores globais da marca estão personalidades como o ex-tenista Andre Agassi, a bela indiana Aishwarya Rai Bachchan, a ex-tenista alemã Stefaine Graf, o esquiador norueguês Aksel Lund Svindal, a atriz Kate Winslet e o ator australiano Simon Baker.  Relógios da marca LONGINES foram usados por muitas celebridades, incluindo Humphrey Bogart, Audrey Hepburn, Aishwarya Rai, Billy Zane e Harry Connick Jr. 

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 
Última atualização em 18/7/2014

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial Assinar: Postar comentários (Atom)